tres tracos
Registar

Os números do último trimestre do SRIJ

oddsscanner favicon
Escritor:
Diogo Cardoso
Publicado em:
25/11/2021
0 comentario

Como é habitual por parte do SRIJ, em todos os trimestres é feita e lançada uma análise global ao mercado das apostas desportivas e jogos de fortuna ou azar em Portugal. Neste artigo, analisamos de um modo geral os números recém-divulgados, por isso, continue a ler.

Análise global ao mercado

Subiu para 15 o número de entidades autorizadas a exercer a atividade de exploração de jogos e apostas online no país. O balanço: mais uma entidade, face ao mesmo período do ano transato.

O SRIJ está a monitorizar muito bem o mercado ilegal e foram 48 notificações de encerramento impostas pela entidade no último trimestre, que resultaram na instauração de 14 participações para efeitos de processos-crime.

Basicamente, os operadores ilegais de jogos online continuam a ser devidamente travados, em prol do bem-estar dos apostadores portugueses.

A receita do trimestre

De acordo com o SRIJ, o último trimestre originou uma receita bruta de 114,2 milhões de euros, mais 30 milhões face ao registado no mesmo período de 2020, mas menos 18,1 milhões face ao trimestre anterior.

43,2% deste valor foi resultado de apostas desportivas à cota, correspondendo a 49,3 milhões de euros.

Apostas desportivas

O Campeonato Português e a Champions League são a prioridade dos portugueses e este fator pesou certamente nos números revelados pelo SRIJ.

Apesar do valor superior ao mesmo período de 2020, ainda assim foi muito mais baixo face ao trimestre anterior, com uma queda que pode ser vista como resultado das inúmeras paragens dos campeonatos de futebol.

Mesmo assim, o valor apostado no último trimestre foi de 296,9 milhões de euros, uma diferença superior a 70 milhões de euros face ao ano de 2020 (74,1 milhões).

Em que apostam os portugueses

O futebol é a modalidade desportiva favorita dos portugueses, que se reflete no maior volume em termos de apostas (82,10%).

Falando em futebol, a primeira liga do campeonato português é, juntamente com a Champions League, detentora do maior bolo de apostas efetuadas na modalidade, representando 10,1%. Surge ainda a La Liga com 5,1% e a Premier League com 4,4%.

O ténis é a segunda modalidade mais apostada, com 13,29% do volume total das apostas desportivas. Já no ténis, o torneio Open dos Estados Unidos e o Open Wimbledon foram detentores do maior volume da modalidade, com 18,4% e 8,4% respetivamente.

Mais apostadores no mercado das apostas

Existiram no trimestre em análise novos 162,3 mil registos de jogadores, relevando assim um acréscimo de 10,4 mil face ao ano transato. Os jogadores na faixa etária dos 25 aos 44 anos representam 61% dos novos jogadores. À data, 21,9% do total de registos diz respeito à faixa etária dos 18 aos 24 anos.

Prática do jogo

É referido pelo SRIJ que, no trimestre em análise, 651,3 mil jogadores efetuaram pelo menos uma aposta de jogos de fortuna ou azar ou em apostas desportivas, um valor próximo do trimestre anterior.

Do número total de apostadores, fizeram exclusivamente apostas desportivas 39,9%, uma proporção semelhante ao trimestre anterior, mas que mostra também que as apostas desportivas continuam a ser a aposta dos portugueses.