tres tracos
Registar

Sem Somar Pontos e Com a Equipa em Folga, o que Esperar do Chelsea nos Próximos Jogos?

oddsscanner favicon
Escritor:
Diogo Cardoso
Publicado em:
01/02/2022
0 comentario

Após quatro jogos sem conseguir vencer, a equipa do Chelsea desmoralizou e Tuchel quis mudar de estratégia para mudar os índices de motivação da sua equipa. Por isso, os jogadores do Chelsea tiveram dois dias de folga para se desligarem por completo, vindo a perceber-se o impacto posteriormente.

Um Chelsea sem critério

Tuchel sentiu-se obrigado a mudar de estratégia para recuperar os seus jogadores. O treinador afirmou que a equipa estava com problemas físicos, mas também mentais, que estavam a ter um impacto muito negativo em campo. Assim sendo, para recuperar a sua equipa e lutar pelos títulos onde estão inseridos, Tuchel deu a todos os seus jogadores dois dias de folga antes de receber o Tottenham.

Uma estratégia de Tuchel que foi válida

Na verdade, a equipa defrontou o Tottenham após os dias de folga e a estratégia implementada pelo Chelsea trouxe frutos a curto prazo. Pois o Chelsea foi até à casa dos Spurs vencer a partida por 0-2, onde fez uma exibição muito credível e foi na maior parte do jogo superior ao adversário, terminando o ciclo negativo que se arrastava de há quatros jogos para cá.

Os jogadores do Chelsea vieram mais motivados. Contudo, ainda apenas decorreu um jogo após a folga que, tendo resultado, poderá ser uma forma de Tuchel manter os jogadores preparados para o que é a segunda ronda da Premier League.

Perante esta vitória do Chelsea e as escolhas de Tuchel, foi notório o impacto positivo no que toca a cotações para ganhar a Premier League na presente época. De facto, ainda que longe dos rivais, o Chelsea é o terceiro clube favorito a vencer a prova, ficando apenas atrás do Manchester City e do Liverpool.

O que esperar do Chelsea daqui adiante

Não se sabe se Tuchel irá continuar a dar dias de folga à equipa em prol de mais-valias desportivas. Contudo, é possível que o treinador do Chelsea precise de implementar mais vezes esta fórmula, pois, na verdade, a saúde mental dos jogadores tem de ser bem trabalhada para gerar resultados.

De realçar que a equipa do Chelsea está na luta não só pela Premier League, mas também pela Champions League. Assim, Tuchel irá verificar que os índices físicos da sua equipa podem ser novamente postos em causa face aos vários jogos que irá disputar no mês de fevereiro e março.

Podemos antever que os jogadores do Chelsea obtiveram resultados com esta forma de se desligarem. E, Tuchel, ficou satisfeito com a sua vitória confortável frente ao Tottenham, que arrecadou a terceira posição do campeonato.

Uma paragem para dar ainda mais frutos

Ainda assim, a equipa do Chelsea vai estar brevemente com um calendário livre, o que pode ajudar ainda mais Tuchel a trabalhar a saúde mental e física dos seus jogadores.

É notório que os jogadores têm cada vez mais problemas mentais e nem sempre conseguem ultrapassar estes momentos sem ajuda. Todavia, Tuchel percebeu o estado do seu plantel e procura acima de tudo, trabalhar a equipa para que, a curto prazo, não só se sinta bem no estado mental, mas também para tentar novamente erguer títulos, como fez na época passada.

Entre esta paragem, o Chelsea irá defrontar várias competições, sendo elas a Premier League, a Taça da Inglaterra, a Champions League e a Taça da Liga EFL.

A força para manter o plantel com bons índices

De facto, com tantas competições e com o calendário a ficar apertado, o Chelsea de Tuchel terá em mãos um trabalho muito difícil.

Na verdade, serão quatro competições a serem disputadas, cujas fases já são avançadas e qualquer derrota pode deixar o plantel mentalmente afetado.

Conseguirá Tuchel manter a sua equipa motivada? Não se sabem os motivos para que os jogadores tenham ficado mentalmente afetados, além dos quatro jogos sem vencer. Contudo, os índices físicos irão continuar a ser um problema com tantos mais jogos pela frente.

O que pensam as casas de apostas

O impacto do Chelsea nas competições internas afeta as probabilidades das casas de apostas, mas também o que os apostadores pensam sobre a equipa. Os Blues estão na frente de várias competições e, mesmo com problemas físicos, não deixam de estar no topo do favoritismo em cada uma delas.

Premier League

A equipa de Tuchel é, no momento, e principalmente após a vitória confortável perante o Tottenham, a terceira equipa favorita a vencer o campeonato inglês, ficando apenas atrás do Manchester City (1º) e do Liverpool (2º).

Champions League

O Chelsea é o atual campeão da Champions League e nesta edição continua na luta. Perante isso, os Blues estão no pódio do favoritismo, ocupando a terceira posição, ficando atrás do Manchester City e do Bayern de Munique.

Com o mau momento, a equipa perdeu alguma cotação, mas a vitória na passada jornada mudou o seguimento.

Taça da Inglaterra e Taça da Liga EFL

O Chelsea foi derrotado nas últimas duas épocas na final da Taça da Inglaterra e procura este ano dar a volta a isso. O Chelsea é um dos grandes favoritos a vencer a prova, onde também luta contra o Manchester City e o Liverpool na corrida ao favoritismo.

Na Taça da Liga o principal favorito é o Manchester City, com quatro títulos consecutivos, que o Chelsea não tem conquistado. Ainda assim, o Chelsea situa-se na 4ª posição na lista de favoritos a vencer a prova.

Veremos!