Clássico na final do Brasileirão feminino é destaque nas apostas esportivas

Rafael Dornas
Redator:
Rafael Dornas
Publicado em:
05/10/2021
0 Comentario

A final do Campeonato Brasileiro Feminino botou frente a frente dois (2) grandes rivais: Corinthians e Palmeiras. Dentro de campo, o Timão venceu o torneio pela terceira vez em sua história, com um resultado agregado de 4 a 1, somando as duas partidas, que foram realizadas em 12 e 26 de setembro. Fora do estádio, o que chamou a atenção foi o registro de números expressivos: recordes de audiência e de engajamento nas apostas esportivas.

A Casa de Apostas, principal patrocinadora do torneio na transmissão por TV aberta, disse que houve um aumento significativo de apostas no torneio em relação à última temporada. De acordo com Hans Schleier, diretor de marketing da empresa, o clássico deste ano registrou um aumento de quase 100% dos interessados em apostar, em comparação com a final do ano passado.

“Quanto mais estrutura, divulgação, mais interesse das pessoas. O mercado de apostas aqueceu com a rivalidade do Derby e do jogo em si, que foi amplamente divulgado, envolvendo diversas jogadoras de Seleção Brasileira”, comentou Schleier.

Final marcada por recordes de audiência

O Derby paulista, como é conhecido o grande clássico entre Corinthians e Palmeiras, alcançou números históricos de audiência para o futebol feminino. Transmitido em TV aberta pela Rede Bandeirantes, o canal alcançou um pico de seis (6) pontos de audiência, ficando, em vários momentos, à frente do SBT, seu concorrente direto no horário.

O SporTV, que fez a transmissão em TV fechada, conquistou o primeiro lugar entre todos os canais do segmento esportivo. Além disso, o “Canal Campeão” ficou em segundo lugar no ranking geral de canais de TV por assinatura, durante a partida.

A rede social Tik Tok transmitiu a partida, por streaming, em seu aplicativo para smartphones. A plataforma abrigou transmissões da grande final no perfil oficial do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino e no perfil do grupo Desimpedidos. Somando as duas, a rede social atingiu mais de 355 mil espectadores.

Corinthians, Palmeiras e a Seleção Brasileira Feminina

O departamento de futebol feminino do Corinthians e do Palmeiras foram reativados em 2016 e 2019, respectivamente. Desde então, ambos os clubes apresentam relevância no cenário nacional.

As equipes, que já haviam decidido a final do Campeonato Paulista deste ano, com o título também para o Timão, tiveram várias atletas convocadas para as últimas partidas oficiais da Seleção Brasileira – o que demonstra a força dos times e, também, o alto investimento feito por ambas as diretorias.

No total, a técnica sueca Pia Sundhage convocou oito (8) atletas do Corinthians e do Palmeiras para as partidas contra a Argentina, que ocorreram em 17 e 20 de setembro.

O Corinthians foi representado pela zagueira Érika, pelas laterais Yasmin e Tamires e pelas meias Andressinha e Victória. Já o Palmeiras, serviu a Seleção com a lateral Katrine e com as meias Thais e Ary Borges.

O Brasil venceu a Argentina nas duas partidas – em Campina Grande, por 3 a 1, e em João Pessoa, por 4 a 1.