tres tracos
Cadastrar

Head-to-Head da Mercedes: Hamilton fica em desvantagem com apenas 38.5% dos pontos

raphael saavedra
Redator:
Raphael Saavedra
Publicado em:
30/06/2022
0 Comentario

Lewis Hamilton está acostumado a brigar por vitórias e títulos na Fórmula 1. Desde que estreou, em 2007, são sete campeonatos e mais de 100 vitórias no seu currículo. Porém, na atual temporada, o astro da Mercedes ganhou um companheiro indigesto.

Nas oito primeiras corridas da F1 2022, Hamilton enfrenta dificuldades para vencer George Russell e tem apenas 38,5% dos pontos conquistados pela Mercedes. Por outro lado, o “novato” vive uma ótima fase e tem números impressionantes em todas as corridas.

Apostas Comparativas: Hamilton perde para Russell na Mercedes

Depois de várias temporadas vencendo com frequência seus companheiros de equipe, Lewis Hamilton agora tem uma pedra no sapato. Na comparação com George Russell, que chegou na equipe em 2022, o piloto heptacampeão do mundo está bem atrás.

No confronto direto entre os dois, a goleada é digna de tragédia na Copa do Mundo: 7 a 1 para Russell. A única vez em que Hamilton chegou à frente foi na corrida de estreia, no Bahrein. Desde então, Russell domina a disputa interna.

Os resultados refletem na classificação de pilotos. George Russel tem 99 pontos e está na quarta posição, enquanto Lewis Hamilton está em sexto, com 62 pontos. O bom desempenho de Russell o faz superar Carlos Sainz (5º com 83 pontos), que tem um carro melhor.

Head-to-Head: Hamilton x Russell (F1 2022 – após 8 corridas)
Lewis Hamilton George Russell
Vitórias 0 0
Pódios 1 3
Top 6 5 8
Pontos 62 99
Posição no Campeonato

Dicas do Mercado

As casas de apostas abrem mercados de apostas comparativas entre os pilotos da F1 2022. Em geral, a disputa fica entre os pilotos da mesma equipe, que correm em condições parecidas durante o fim de semana.

Lewis Hamilton tem talento e qualidade de sobra para superar George Russell, mas o seu novo companheiro vive um melhor momento. Enquanto os dois enfrentam problemas com a Mercedes, o segundo parece mais bem adaptado ao carro.

Por isso, Russell é favorito para vencer o confronto direto e estender a sua vantagem sobre Hamilton na temporada. Confiabilidade não parece ser um problema para a Mercedes, porque o piloto finalizou no top 5 em todas as corridas.

É provável que, pelo menos no Canadá, continue assim.

Pódios: Russell se destaca com 3 na temporada

Entre 2014 e 2021, o pódio foi a casa da Mercedes. Só que, desde a introdução do novo regulamento, a escuderia alemã ainda não encontrou o carro ideal e virou a terceira força da Fórmula 1. Por isso, terminar no top 3 não é uma tarefa fácil.

Até o momento, Russell conquistou três pódios — o último em Baku, quando aproveitou a quebra das Ferraris. Enquanto isso, Hamilton só chegou entre os três primeiros na corrida de abertura, quando Pérez e Verstappen abandonaram.

Portanto, em condições normais, a Mercedes encontra dificuldades para disputar com as duas forças da F1 2022: Red Bull e Ferrari. Ao mesmo tempo, a consistência no top 5 deixa Russell sempre próximo de aproveitar as oportunidades quando elas surgem.

Existe uma expectativa de melhora no rendimento para a segunda metade da temporada. Até porque os alemães dominaram a F1 por muitos anos e têm capacidade de sobra para desenvolver o carro. Quando isso acontecer, a briga no topo será mais frequente.

Dicas do Mercado

O pódio não é um resultado provável para a Mercedes no início do fim de semana. Prova disso é que, mesmo com o excelente desempenho na última corrida, George Russell tem odds de @4.00 na bet365 para o Top 3 no GP do Canadá.

Lewis Hamilton vem na sequência (@4.50), mas o heptacampeão do mundo ainda encontra muitas dificuldades na adaptação com o carro. Assim, seu companheiro é uma aposta mais segura para levar o troféu.

Por outro lado, a Mercedes está consolidada como a terceira força da F1 2022 e não abre muitas chances para as adversárias. Em oito corridas, o único piloto que chegou ao pódio foi Lando Norris (McLaren).

Logo, a Mercedes vira favorita ao pódio quando há abandonos na frente. Só que eles não vão acontecer sempre.

Top 6: Russell é o “Senhor Consistência” na F1 2022

George Russell ocupa a quarta posição na tabela de pilotos, mas é seguro dizer que o britânico é o mais consistente na F1 2022. Desde que chegou à Mercedes no início da temporada, ele ficou no Top 5 em todas as corridas.

Enquanto Verstappen, Pérez e Leclerc sofreram com abandonos, Russell tem um carro confiável nas mãos e entrega desempenho suficiente. Por isso, ele abocanhou três pódios ao aproveitar problemas dos rivais.

O seu companheiro Lewis Hamilton não tem o mesmo rendimento e conseguiu o Top 6 em cinco corridas na temporada. Quando ficou fora dessa margem, reclamou bastante do carro, que piorou com a introdução do novo regulamento.

O GP do Canadá não deve trazer muitas novidades, então Russell é um candidato forte a novamente figurar entre os seis primeiros. Se melhorar das dores na coluna, que reclamou após Baku, Hamilton também tem boas chances.

Dicas do Mercado

Como a Mercedes é a terceira força da F1 2022, as odds para fechar no Top 6 não são muito atrativas. Russell (@1.36) e Hamilton (@1.46) pagam relativamente pouco na Betfair, mas a consistência do primeiro pode fazer valer a aposta.

Uma alternativa é apostar que os dois carros terminam juntos entre os seis primeiros classificados. Nesse caso, a bet365 paga @1.66 pelo resultado, o que garante um retorno de 66% sobre a aposta.

Como a Mercedes é a única equipe que completou todas as corridas no ano e anda mais rápido do que as rivais no meio da tabela, esse mercado aparece com boas chances de acerto.

Pontos: Hamilton pontua (quase) sempre

Justamente por ser uma equipe com equipamento confiável, ao menos quando falamos de quebras, a Mercedes é sempre uma grande candidata a conquistar pontos. São 15 finalizações entre os 10 primeiros colocados em 16 possíveis.

A única vez em que as flechas de prata não pontuaram com os dois carros foi na Emilia Romagna, em que Lewis Hamilton teve muitas dificuldades e chegou somente na 13ª colocação.

Em Baku, o carro da Mercedes teve problemas com trepidações nas retas, o que gerou reclamações dos pilotos. Hamilton, inclusive, chegou até a ser dúvida para o Canadá com dores na coluna, mas está confirmado.

Mesmo assim, a equipe igualou o seu melhor resultado na temporada, com 3º e 4º lugares. O carro pode não ser o mais rápido, mas demonstra ser o mais seguro para finalizar a corrida.

Dicas do Mercado

A bet365 tem odds de @1.36 para os dois carros da Mercedes terminarem nos pontos no GP do Canadá. É um valor relativamente baixo, mas a probabilidade de acerto é alta — aconteceu em 87,5% das corridas na temporada.

Essa odd tem mais valor do que as apostas separadas em Russell (@1.20) e Hamilton (@1.22), que têm um retorno baixo. De qualquer forma, o lucro pequeno pode não compensar os riscos de acidentes ou problemas nos carros durante a corrida, que ficaram mais comuns na F1 2022.

Vitória: objetivo distante para Hamilton e Mercedes

No momento, a vitória não é um objetivo plausível para a Mercedes. Mesmo quando outras equipes deram oportunidades, as flechas de prata não foram capazes de competir com Red Bull e Ferrari.

A probabilidade de três ou quatro carros dessas equipes abandonarem a corrida é bem pequena, então seria necessário empregar alguma estratégia espetacular ou encontrar condições diferentes no circuito para terminar em primeiro lugar.

O GP de Mônaco é um claro exemplo. Na pista travada do Principado e com muita chuva, Charles Leclerc largou na frente, mas errou a estratégia. Quem aproveitou foi Sergio Pérez, que saiu de terceiro para vencer a sua primeira corrida no ano.

Mesmo com a pista molhada e o “comboio” formado em uma pista onde as ultrapassagens são raras, George Russell (5º) ficou a quase 10 segundos de Leclerc (4º). Ou seja, não é possível esperar uma vitória nas próximas corridas.

Dicas do Mercado

Para o GP do Canadá, as odds falam por si. Russell e Hamilton vêm atrás dos favoritos, com apenas @34.00 de chances para vencer a corrida. Isso significa uma probabilidade implícita de 2,9% para cada um.

Na prática, sabemos que as chances são ainda menores. No mercado de carro vencedor, a Mercedes paga @17.00 pela vitória no Circuito Gilles Villeneuve. Também é uma odd muito alta, com pouco valor.

Portanto, até que a equipe resolva certos problemas, como a trepidação nas retas e a velocidade geral, apostar na vitória da Mercedes não parece um bom negócio. Surpresas podem acontecer, mas é difícil prever quando.

Por isso, é mais interessante apostar em mercados com chances maiores de sucesso, como uma finalização dos dois carros no Top 6 (@1.66) ou até mesmo um pódio de George Russell ou Lewis Hamilton.

Quer apostar na Fórmula 1? Então fique por dentro da cobertura do Odds Scanner e lucre com a categoria máxima do automobilismo!